INTRANET
WEBMAIL
WEBMAIL DEP
Seção transversal de um modelo com tendências de reservatórios do Pre-sal: (a) camadas Super-K destacadas em vermelho, (b) frente de saturação de água mostrando canalização através das camadas Super-K
Seção transversal de um modelo com tendências de reservatórios do Pre-sal: (a) camadas Super-K destacadas em vermelho, (b) frente de saturação de água mostrando canalização através das camadas Super-K.

Vários novos desafios na área de caracterização e simulação de reservatórios surgiram após a descoberta do Pré-Sal. Alguns desses desafios são: (1) tamanho do modelo de simulação necessário para representar os campos gigantes do Pré-Sal, os quais podem requerer modelos com número de células extremamente elevado; (b) reservatórios altamente heterogêneos, o que dificulta a modelagem e a representação em modelos de simulação e (c) logística complexa relacionada aos sistemas de produção.

Para lidar com esses desafios, grandes esforços estão sendo empregados nos estudos desenvolvidos no UNISIM. Nesse sentido, o foco das aplicações envolve: (1) uso de técnicas modernas de caracterização de reservatório para desenvolver modelos benchmark com características típicas dos reservatórios carbonáticos do Pré-Sal, envolvendo heterogeneidades críticas tais como vugs, fraturas, camadas delgadas de alta permeabilidade (Super-K), dentre outras; (2) estudo de metodologias para integração da simulação de reservatório com sistemas de produção; (3) melhorias e desenvolvimento de metodologias para processos de tomada de decisão aplicados a campos típicos do Pré-Sal; (4) estudo de técnicas de simulação de reservatórios e de transferência de escala para reduzir o tempo computacional.